Episódio do jardim Público

CIMG2522

Santeiro e André no primeiro dia da gravação do filme "não existem profetas"

Bom dia Brisália, é com imenso prazer que lhes falo, sobre coisas do Mundo real e do não-real. Quero colocar a dúvida para vocês. Será que conseguirão refletir a partir do dia-a-dia?

Bom, enfim, agora iremos ouvir a música que encanta todos dentro daquilo que achamos ter – sentimento!

Mas antes, por que não conversarmos com nosso querido precursor da loucura.

“Desde milhões de anos, estive para escrever o que vinha em minha cabeça, sem restrições, mas vi que seria difícil, pois pondero bastante as palavras, para não chocar nossos ouvintes. Confrontei-me com o ócio da perda de perspectivas, um encontro forte, de impulso hora após hora. Um susto para meu senso de reflexão, algo como uma queda dentro de mim mesmo. Ao perceber o vínculo que estava sendo armado, desbravei as piores idéias para enxergar o que realmente me ocorria. Ainda em estado de descobertas, me liguei no que posso fazer para não ser engolido pelo mal.”

Puxa, que declaração acabamos de ouvir minha gente, essa carta enviada de Ponta Longe, por um jovem cujo nome está indecifrado. E agora temos outra para vocês. Prestem atenção, pois o bicho está pegando!

“E a arte como reflexão da liberdade de expressão acima do público que nos oprime? A estética do movimento que corre no sentido contrário está para ser formada. A partir da tão necessidade de trocas de idéias juntas com uma dose de loucura vinda da planta e da bebida dos deuses. O espírito revolucionário que vem com o tempo, primordial especialmente no tempo que vivemos. É isso! A fórmula do prazer da vida vindo da liberdade a qualquer custo.”

Olha, que incrível declaração caros ouvintes, essa carta vinda de Presépolis, grande cidade da soja, por uma senhora idosa de nome sem registro no cartório…

“- Agora desligue isso meu filho. Já está na hora de você ir para a escola.”

Sem falar uma palavra, o filho se levantou, desligou o rádio e pegou uma banana. Foi embora para a rua, onde passaria um amigo de bicicleta para lhe dar carona.

Anúncios

Uma resposta to “Episódio do jardim Público”

  1. Kim Says:

    Pode ter certeza que irei divulgar seu blog onde puder!!!
    Idéias são para ser soltas no universo! E as tuas já estão a navegar!!

    Paabens Leozito! Quero ver teu filme logo!!! E espero muito em breve fazer arte com vc!!!!

    ABRAÇOSSS!!!
    Kim, ou teu primo! hehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: